Caixa Caminho das Índias (Foto*) – Andréa Abrantes

Clique na foto para Ampliar!

Clique na foto para Ampliar!

Há uns dias atrás me pediram para postar uma cx indiana. Com certeza, influência da novela. ARE  BABA!  rs

Fiz do meu jeito e com o meu estilo, mas ó, esta é uma cx que dá pra viajar muuuuito na criação viu?!

Abuse de pedrinhas coloridas e brilhantes (aqui eu optei por dimensional), fios dourados, espelhinhos, broches, cordões, etc.

Quem gostar desta aqui fique a vontade para fazer e se tiver alguma dúvida , já sabe…grita que venho correndo! TIK HE!

Material:

  • 1 cx em MDF
  • Verniz Cristal ouro
  • Cordão de seda mostarda (1/ 2 m)
  • Talagarça (1/2 m é o suficiente)
  • Cordão dourado com florzinhas  (este cordão é vendido em armarinhos e é usado para apliques em roupas). É durinho, acredito que seja de plástico.
  • Papel aliminio
  • Uma figura de mulher indiana (só o rosto)
  • Verniz vitral fumê
  • Tinta amarelo ocre Tok Color
  • Termolina leitosa
  • Glaze ouro Tok Color
  • Dimensional nas cores: verde, vermelho, ouro, azul (todas com purpurina)
  • 1 peça de festão de papel na cor branca de 2cm de largura (vc encontra em lojas de artigos para festa).
  • Cola permanente
  • Cola Tok Silicone
  • Lixa
  • Boleador

Passo a Passo:

  1. Pinte a parte de dentro e fora da cx de Ocre.
  2. Lixe e de mais uma demão.
  3. Na parte de cima da tampa passe a Permanente e espere o ponto de mordência.
  4. Amasse um pedaço de papel alumínio, abra com cuidado e cole na tampa.
  5. Passe uma demão de Verniz Vitral em cima do alumínio e espere secar.
  6. Corte um quadrado de talagarça de acordo com o tamanho da tampa da sua cx. Pinte de ocre, espere secar e depois de uma demão do Glaze ouro. Espere secar quinze minutos e passe um paninho macio tirando o excesso do Glaze. Cole com a Permanente no centro da tampa.
  7. Em volta deste quadrado passe o cordão de seda e em volta do cordão de seda passe o cordão plástico de florzinhas.
  8. Passe Termolina no festão e na figura indiana.
  9. Boleie a figura e preencha com Silicone. Cole-a prendendo somente as bordas e limpando com cuidado o excesso da cola.
  10. Pinte o festão do mesmo jeito que vc pintou a talagarça, espere secar e cole-o em toda volta da cx, somente nas bordas (em cima e em baixo).
  11. Finalize com Verniz Cristal em toda cx, menos na tampa. Pra dar um brilho mais bonito eu passei em cima da figura indiana tb. Fica a seu critério ok?
  12. Use a dimensional a seu gosto como se fossem pedrinhas de stras e em volta da figura tb, dando um acabamento mais bonito.

ATCHÁ. NAMASTÊ!

Andréa Abrantes

Anúncios

Falsa Prata Boliviana (Foto*) – Andréa Abrantes

Falsa Prat Boliviana

Esta peça fica muita linda pessoalmente. Na verdadeira técnica usa-se chapa de alumínio com a espessura de 0,8 a 0,10 mm.

Esta eu fiz com papel alumínio caseiro mesmo, para que todo mundo possa aprender.  Mais tarde, eu vou postar outra caixinha feita com a chapa de alumínio que é um pouco mais complicada de se trabalhar.

É muito fácil fazer esta técnica e o gasto é bem baixo tb. Vale a pena fazer viu, tentem primeiro em uma cx média e depois em uma grande, pois qto maior fôr o arabesco da tampa da cx mais lindo fica seu trabalho.

Qualquer dúvida tô aqui…é só gritar. Rsrs

Material:

  • 1 cx de mdf (de preferência de tampa solta para quem vai fazer pela primeira vez)
  • Papel alumínio
  • Cola permanente
  • Dimensional ou volume cetim da Daiara ou tinta mosaico da Acrilex na cor prata
  • Uma figura de arabesco grande para o centro da tampas e uma barrinha tb de arabescos para a base da cx (em impressora comum  vc consegue imprimir arabescos lindos encontrados na net).
  • Lixa 180
  • Pincel largo e chato beeeem macio
  • Tesoura
  • Tinta acrílica ou pva preta
  • Verniz fosco
  • Papel camurça preto
  • Nanquim
  • Pedaçinho de pano bem macio

Passo a Passo:

  1. Lixe toda cx.
  2. Pinte por dentro com a tinta preta e deixe para envernizar só no final.
  3. Cole no centro da tampa o arabesco que vc imprimiu e na base, a barrinha (cole direto no mdf, sem pintar).
  4. Com a dimensional ou a tinta mosaico ou o Volume Cetim contorne todo o arabesco da tampa e da base da cx. Espere secar e faça isso mais duas vezes (sempre esperando a secagem entre uma e outra) até que o desenho fique em relevo. Qto mais vc aplicar mais alto o relevo vai ficar, mas eu particularmente, acho que três tá de bom tamanho.
  5. Qdo estiver bem sequinho passe cola permanente em toda parte de fora da cx e da tampa ( use o pincel bem macio e passe bem em todos os furinhos) menos na parte de baixo, pois nesta parte vc vai colar o papel camurça.
  6. Espere dar o ponto de “pega”  bem forte. Não tenha pressa, é muito importante a cola estar no ponto certo ok?
  7. Corte um pedaço de papel alumínio e com delicadeza coloque-o em cima da tampa. Com um paninho de malha bem macio vá apertando e pressionando o papel para que ele entre em todos os furinhos.
  8. OBS: Lembra que lá em cima eu falei pra vc usar Dimensional ou Tinta Mosaico ou Volume Cetim na cor prata? Então, caso seu papel rasque um pouquinho o volume que vc usou embaixo vai ter a mesma cor do papel e vai disfarçar bem qualquer rasguinho (hehehe).
  9. Faça isso em toda cx, inclusive na base onde vc colou a barrinha de arabesco.
  10. Lixe o excesso de alumínio como vc faz em decoupagem.
  11. Cole o papel camurça na parte de baixo da cx e depois de seco lixe tb o excesso.
  12. Envernize por dentro.
  13. No mesmo pincel que vc passou cola  (limpe ele muito bem)  vá aplicando pinguinhos de manquim e passe em toda cx na parte que vc colou o aliminio. Espere uns três minutos e limpe com um paninho macio deixando o nanquim só nas reentrâncias do arabesco.

 Bjos

 Andréa Abrantes

Reciclagem com disco de vinil (Foto*) – Andréa Abrantes

Arte Sustentável

Gente querida, sei que ando meio ausente nos pap’s mas é que as nossas encomendas triplicaram (não tô reclamando não viu?!) e por conta disso só tenho respondido algumas dúvidas, bem rapidinho.

Olha só, esta técnica eu aprendi com um pap que a Beth postou aqui a tempos atrás.

Como este pap não está mais disponível e a técnica é muito interessante, e além de tudo sustentável, eu resolvi fazer e mostrar pra vcs o passo a passo.

Material:

  • Um disco de vinil pequeno (achei em sebo)
  • Guardanapo para decoupagem
  • Cola cascorez
  • Pincel
  • Dimensional marrom
  • Dimensional dourada
  • Verniz vitral incolor
  • 1 leiteira

Passo a passo:

  1. Aqueça seu forno a 180º. Coloque o disco de vinil bem centralizado, em cima da boca da leiteira e coloque-a dentro do forno já pré-aquecido.
  2. Espere uns três a cinco minutinhos (fique de olho pra não derreter o disco) e tire a leiteira de lá. Imediatamente modele as bordas do disco que deram uma caidinha com o calor, fazendo tipo uma rendinha. Olha o meu lá em cima ó.
  3. Espere esfriar para ele endurecer.
  4. Dilua um pouquinho de cascorez com água  e pincele todo pratinho de vinil sem exagero de cola ok?
  5. Faça a decoupagem com o guardanapo, frente e verso do pratinho. Use um pincel seco e bem macio para o guardanapo entrar bem nos vãozinhos da borda.
  6. Espere secar, envernize com verniz vitral e enfeite com bolinhas de dimensional nas bordas.
  7. Deixa eu falar uma coisa, se vc quiser usar este pratinho para colocar bolachinhas qdo for servir um cafézinho ou chá é melhor vc dar duas demãos de verniz vitral para poder lavá-los sem problemas. Sirva sempre com um guardanapinho de papel por baixo das bolachinhas para que elas não fiquem em contato direto com o verniz ok?
  8. Na latinha apliquei Primer para metais, decoupei com o mesmo guardanapo que usei para o vinil, pintei a tampa de mostarda e fiz umas bolinhas com dimensional marrom.

Bjos saudosos meninas

Vou fazer o possível pra não demorar tanto. Sem promessas ok? rsrs

Andréa Abrantes

Garrafa tom Cintilante (Foto*) – Lúcia Cabral

 

Arte Sustentável

Material:

 

  • Uma garrafa de vidro
  • Primer da acrilex
  • Base para artesanato
  • Tinta acrílica cintilante da Daiara romã 132
  • Tinta acrílica Camurcil amarelo bebê
  • Esponja vegetal de banho
  • Pátina cera acrilex amarelo ouro
  • Tinta dimensional acrilex pérola
  • Massa para biscuit
  • Fita crepe
  • Papel filme pvc

Execução:

 

  1. Limpe a garrafa com um paninho embebido em álcool
  2. Passe duas demãos de primer, em seguida, duas demãos de base para artesanato.
  3. Isole uma área da garrafa com a fita crepe e trabalhe nela aplicando a tinta cintilante, duas ou três demãos. Espere secar bem e tire a fita crepe agora isolando essa área já pintada. Trabalhe o restante da outra área pintando com o amarelo bebê, duas à três demãos, espere secar.
  4. Umedeça a esponja vegetal na água e retire o excesso da água em papel absorvente. Carregue com a tinta cintilante e carimbe a área pintada com o amarelo bebê.
  5. Coloque um pouquinho de cera em um paninho e passe somente na parte em que foi pintada com a tinta cintilante
  6. Na divisão das duas áreas, faça pingos com a tinta dimensional.
  7. Envernize à gosto.

Para tampa:

  1. Corte um pedaço do filme pvc e coloque na boca da garrafa, afundando-o um pouco para dentro com o dedo.
  2. Com a massa para biscuit, faça uma bola beeem redonda. Coloque na boca da garrafa e achate com a palma da mão, ajeite. Deixe secar assim por uns dois dias. Depois de seca proceda a pintura normalmente: base para artesanato, tinta acrílica e verniz.

Obs:

O filme pvc colocado na boca da garrafa e para facilitar a retirada da tampa e também para que a massa de biscuit não grude no vidro

 

Bom trabalho!!

 

Lúcia Cabral

Flor de fita de cetim (Foto*) – Andréa Abrantes

Há um tempo atrás, uma de nossas queridas arteiras, Waldirene Rodrigues, freqüentadora aqui da nossa Butique, nos pediu para ensinar a fazer flores de tecido que pudessem ser colocadas em sandálias de borracha e em colares..

Pois bem, para aprender e postar aqui, fiz um a aula com a querida arteira Evelyn Elsner, artesã de mão cheia especializada em tricô, crochê, tear, tapeçaria, tecido…enfim, se vc der uma agulha e linha nas mãos dela, ela é capaz de remendar até coração partido.  rsrs

Vou tentar ser bem explicativa para que não fique dúvidas mas se ficar, vcs já sabem, é só gritar.

Como se trata de um trabalho de várias etapas eu vou começar ensinando, em primeiro lugar, as flores. Nas postagens seguintes eu explico como fazer o colar e a forrar as sandálias ok?

 

Material:

 

  • Fita de cetim nº12 ou 15
  • Isqueiro
  • Tesoura pequena
  • Pedacinho de EVA
  • Caneta ou lápis
  • Agulha de costura
  • Linha na cor da fita
  • Compasso

 

Passo a passo:

 

  1. Com o compasso faça um círculo no verso da fita, fazendo a volta toda (pegando as beiradinhas da fita).

 

 

  1. Recorte este círculo em cima de um pedacinho de EVA fazendo assim o molde.
  2. Com este molde faça treze círculos no verso da fita contornado-o com lápis ou caneta.
  3. Recorte agora os treze círculos  tomando o cuidado de recortar abaixo do risco de lápis/caneta para que ele não apareça.
  4. Com o isqueiro arremate os círculos passando levemente a chama em volta de cada um. Vc vai sentir que depois de queimar as bordinhas, além de não desfiar mais, a textura fica diferente.
  5. Agora vamos fazer o miolinho da flor. Pegue um círculo e dobre ao meio. Dobradinho assim enrole-o. Com a agulha e linha costure a parte de baixo do rolinho para que ele não se solte.  Separe-o.
  6. Pegue agora cinco cículos e sobreponha-os (só na beirada) alinhavando abaixo da metade do círculo.

 

 

  1. Agora puxe a linha, franzindo os círculos. Procure não puxar muito, deixando um franzido meio solto. Dê um arremate para prender o franzido.

 

 

 

  1. Faça a mesma coisa com os sete círculos restantes.
  2. Agora pegue o franzido de cinco círculos e envolva-o no miolinho tomando o cuidado de não deixá-lo subir. A fita de cetim é muito escorregadia.
  3. Costure passando a agulha no fundo e prendendo o miolo aos círculos. Arremate com mais ou menos cinco voltas de linha no fundo da flor, dando por fim um nó.
  4. Faça a mesma coisa com o franzido de sete círculos.
  5. Corte a parte de baixo da flor e queime para arrematar.
  6. Abra os círculos, que agora já viraram lindas pétalas, ajeitando do seu modo.
  7. Vc pode fazer esta mesma florzinha em tecido (com chita fica divino!) de diversos tipos..
  8. A diferença é que ao invés de arrematar os círculos com isqueiro vc vai passar Termolina Leitosa no tecido antes mesmo de cortá-lo.
  9. Este processo endurece um pouco o tecido, deixando-o até mais fácil de trabalhar, além de evitar que desfie.
  10. Use essas florzinhas tb para fazer broches,  enfeitar caixinhas,  embalagens de presente,  vestuário e tudo mais que sua linda cabecinha imaginar, além é claro, de sandálias e colares como já imaginou a nossa querida Wall.  

Bóra fazê frôzinha minha gente?!

 

Semana que vem tem mais.

 

Bjos

Andréa Abrantes

 

Caixa Craquelê com Coração (Foto*) – Lúcia Cabral

Olá pessoal! Todos bem?

Minha sugestão de hoje é essa caixinha vermelha com coração em craquelê branco e dourado. Uma opção de presente para os apaixonados, e, aliás, essa foi uma encomenda de uma pessoa super apaixonada.

Vamos lá?

 

Material:

 

  • Caixa sextavada em mdf
  • Recorte em mdf coração
  • Lixa
  • Pinceis
  • Base para artesanato
  • Esponja
  • Tintas acrílicas vermelho e branco
  • Kit craquelê
  • Tinta dimensional dourada
  • Pátina cera da Acrilex
  • Cola Cascorez
  • Adesivo transfer ou decalque
  • Verniz craquelê
  • Verniz geral ou cristal

 

Execução:

 

  1. Lixe bem a peça. Não é necessário o uso da base para artesanato, pois estamos usando uma cor escura que dá uma boa cobertura. Passe duas demãos de tinta vermelha, tanto na tampa quanto na caixa
  2. Tampa: Após as duas demãos de tinta acrílica, passe uma demão de verniz craquelê e aguarde a secagem que tem que estar em ponto de mordência. Umedeça o pincel na água e carregue-o com um pouco de tinta vermelha e um pouco da tinta branca, deposite sobre o verniz craquelê sem esticar muito o pincel. Aguarde o craquelamento ,sem o uso do secador.
  3. Recorte de coração: Lixe a peça e passe duas demãos de base para artesanato. Após, passe uma ou duas demãos de tinta acrílica branca. Passe duas demãos do verniz base do kit craquelê, aguarde a secagem natural e passe uma demão do craquelador do kit, Aguarde secagem. Com um pedaço de esponja passe a pasta cera nas rachaduras do craquelê, retirando o excesso com um paninho. Lustre bem e coloque o decalque ou transfer onde preferir.
  4. Com a cola Cascorez, cole o recorte no centro da tampa. Envernize a peça toda, inclusive o recorte de coração. Após estar tudo bem seco, dê pequenos pingos de tintas dimensional em volta da tampa, coração e na base da caixa.
  5. Pessoal… sempre que finalizo uma peça, quando ela já está bem sequinha, depois de uns dois dias, gosto de passar lustra móvel nela. Ajuda a tirar aquela sensação de “grudenta” e deixa um brilho ainda mais intenso, e um cheirinho gostoooso!

 

Bom trabalho pra vocês!!

Lúcia Cabral

 

Porta Leque (Foto*) – Andréa Abrantes

Arte Sustentável

 

Minha cunhada esteve em casa com meu querido irmão.

No dia seguinte eu liguei:

-Alê vc esqueceu seu leque aqui!

– Relaxa cunhada, nem esquenta! Ele está super velho. Pode jogar fora que seu irmão vai me dar outro.

Oi? Jogar fora? Será que entendi direito?

Artesã não pode ouvir esta palavra né? Minha cabeça já começou a pensar mil e umas e minhas mãos coçaram na hora.

Taí…deu nisso!

Devolvi o leque dela em forma de caixinha.

A Alê merece guardar os leques dela de forma bem linda e chique, assim como ela é.

 

Material:

 

  • 1 caixinha de tampa solta para lápis
  • Laca acrílica incolor
  • Tinta vermelha acrílica, dourada, branca e azul
  • Dimensional dourada
  • Lixa esponja
  • Uma figura de decoupagem japonesa
  • Dimensional nas cores da figura
  • Um leque velho
  • Termolina leitosa
  • Betume em cera
  • Pincel  macio
  • Cascorez ou cola gel

Passo a passo:

 

  1. Pinte toda cx com duas demãos de tinta vermelha lixando entre uma demão e outra.
  2. Faça a decoupagem com cascorez ou cola gel.
  3. Passe uma demão de laca acrílica em toda caixinha
  4. Aplique dimensional nas bordas da tampa e da base a seu gosto, com pequenas bolinhas.  Espere secar.
  5. Corte o leque ao meio e ajeite-o de forma que ele (aberto) caiba em cima da tampa.
  6. Passe duas demãos de termolina leitosa no tecido do leque para que ele endureça e passe cascorez na madeira, fixando as madeirinhas. Deixe secar.
  7. Passe o betume na madeira e retire com um paninho seco o excesso.
  8. Realce com as tintas branca, azul e dourada os desenhos do tecido e aplique dimensional dourada nas bordas.
  9. Cole com cascorez em cima da tampa.
  10. Finalize realçando a decoupagem com dimensional nas cores da figura escolhida.

Andréa Abrantes